Palestra desmistifica a relação entre câncer de mama e tratamentos hormonais

Mulheres que utilizam tratamentos hormonais, seja para reposição ou contracepção, pouco aumentam os riscos do desenvolvimento do câncer de mama. Foi o que mostrou dr. João Bosco Borges, médico membro da sociedade Brasileira de Mastologia, que esteve presente no auditório de Envelhecimento Saudável, no ICAD Brazil 2018.

 

Em sua palestra, ele trouxe à tona uma questão importante: qual o risco real que o paciente corre ao utilizar hormônios? Os estudos apresentados mostraram que este índice para anticoncepção e o tratamento hormonal provocam um risco menor em relação a outros fatores, como a obesidade, o sedentarismo, a gravidez tardia e a menarca precoce. “Nenhum médico pergunta se a mulher começou a menstruar antes dos 12 anos. Essa condição traz riscos muito maiores do que usar hormônios”, comenta o dr. João Bosco.

Outro ponto destacado durante sua palestra foi que o estrogênio não aumenta o risco de câncer de mama. “O vilão da terapia hormonal é a progesterona. Mas quanto mais pura ela for, menor será o risco de câncer”, explica. Ele orienta que o tempo de uso também aumenta ou diminui as chances de desenvolver a doença.

 

Dr. Bosco finaliza orientando que os médicos evitem taxar a terapia hormonal e anticoncepção hormonal como riscos para câncer de mama. Existem outros fatores que aumentam as chances de desenvolver este mal, e todos eles estão presentes em nosso dia a dia. “Enquanto vivermos na cidade, comendo em fast foods e respirando poluição nós vamos continuar tendo câncer. A pílula não é um problema para as mulheres”, comenta.

 

As palestras ministradas no auditório Envelhecimento Saudável fazem parte da programação do ICAD Brazil, que acontece até 25 de agosto, no Centro de Convenções Frei Caneca. Além de palestras, o evento conta com exposição de marcas importantes do mercado e workshops de procedimentos. As inscrições podem ser feitas no local – confira toda a programação e participe!

 

Para ter acesso a programação completa, baixe o app ICAD Brazil, lendo o QR Code, clicando no botão ou pesquisando na App Store ou Google Play.

Redação ICAD Brazil

24-08-2018